10ª: NOSSAS SENHORAS NAS ALTURAS! /
O SENHOR TÁ LÁ NO CÉU!

O SENHOR TÁ LÁ NO CÉU!
Nossas Senhoras Nas Alturas
Nossas Senhoras nas Alturas
Nossas Senhoras nas Alturas

clique nas imagens para visualizá-las em tamanho ampliado e com descrição

No dia 3 de julho de 2015, percorrendo um caminho entre a Rua Santa Clara e a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, em Copacabana - bairro com maior número de idosos do Brasil -, foi realizada a performanciã "NOSSAS SENHORAS NAS ALTURAS! / O SENHOR TÁ LÁ NO CÉU!". A ação se deu de forma itinerante, como um ritual de celebração, homenagens e lembrança aos idosos. Para isso, transeuntes participantes contavam com um megafone, a fim de elevar seus senhores e senhoras às alturas - também dos decibéis.

Como preparação para a performanciã  NOSSAS SENHORAS LÁ NAS ALTURAS! / O SENHOR TÁ LÁ NO CÉU!, a ação  LÓTUS  foi realizada com alguns parceiros do projeto que se mostraram interessados em refletir sobre o próprio envelhecimento, a aprender como fazer origami de flor de lótus e a colaborar na feitura das flores para a performanciã.

Para  NOSSAS SENHORAS NAS ALTURAS! / O SENHOR TÁ LÁ NO CÉU! , confeccionamos cerca de 50 flores de lótus a partir de uma técnica de origami.

A feitura das flores de lótus de origami se deu por meio de encontros realizados em minha casa. Nesses encontros, ofereci a cada um dos doze participantes um café completo em um ambiente tranquilo, com música de meditação e um cenário confortante que colaborasse para que todos pudessem falar de si e desabrochar suas flores de lótus. 

Nesse encontro, eu os ensinei a fazer os origamis de lótus. Assim, confeccionamos duas flores de lótus cada um a cada encontro: 

para a primeira, a seguinte pergunta:

 

"O que você gostaria de transformar em sua vida?";

 

para a segunda flor, a pergunta:

 

"Como você quer ser quando idoso e como se imagina nessa fase da vida?"

Assim, todos os participantes de  LÓTUS  - inclusive eu - faziam suas flores de origami numa atividade meditativa, enquanto respondiam as perguntas associadas às suas vidas.

No Oriente, a flor de lótus significa pureza espiritual. O lótus (padma), também conhecido como lótus-egípcio, lótus-sagrado ou lótus-da-índia, é uma planta aquática que floresce sobre a água. Além disso, representa a beleza e o distanciamento pois cresce sem se sujar nas águas lodosas e lamacentas que a envolvem (a raiz está na lama, o caule na água e a flor no sol) que na crença hindu, simboliza a beleza interior: "viver no mundo, sem se ligar com aquilo que o rodeia". Para nascer, ela enfrenta densas camadas de lama até florescer resplandescente como uma das mais belas flores da natureza.

 

 LÓTUS foi uma performance ritualística que aconteceu por uma série de encontros onde , não somente por meio do diálogo, mas por uma troca de energia intensa, ritualmente refletimos em nossas mudanças necessárias e depositamos em cada semente de lótus o nosso novo amanhã. Pensar sobre sua vida como prática de si para enfrentar-se em meditação, dominando a mente em seus padrões e buscando soluções para nos impulsionar para além do que somos: transformação.

 

Cada etapa explicada para a feitura do origami se associava às transformações pessoais desejadas:

 

1 - preparar as várias camadas que temos

2 - encontrar um centro e harmonizar as camadas amarrando-as com um nó firme com um fio / juntar as camadas

3 - abrir as pétalas e florescer para a mudança de formatação

 

O Projeto Performanciã trabalha com performances não somente voltadas para o universo da senescência, se destinando também a colaborar com pessoas de diferentes faixas etárias para que se posicionem em relação aos preconceitos ao envelhecimento e no favorecimento da construção de novas imagens para o idoso - além de estimular a todos a se prepararem para seus destinos e encontrarem desde já os idosos que estão engendrando dentro de si.


Fazer flores de lótus pensando em transformações no agora para florescer bem o seu idoso no amanhã.

FOTOMONTAGEM COM AS PESSOAS QUE PARTICIPARAM DE LÓTUS

O  PROJETO PERFORMANCIà agradece imensamente a todos os que participaram dessa ação. Cada encontro trouxe profundas reflexões de vida e espiritualidade ao construir espaços de memória, de confiança e afeto. Amigos de longa data e pessoas com quem não tinha proximidade passaram por aqui, deixando em meu coração e nas flores de lótus confeccionadas marcas pessoais de grande beleza.

 

Participantes de LÓTUS

Raquel Botafogo 
Rafael Rodrigues 
Dandara Fulô 
Vanessa Onofre 
Vera Santos 
Marcelo Scofano 
Inês Petereit 
Tamara Sbragio Ganem
Tania Alice
Diego Baffi
Renata Teixeira
Diogo Rezende

  

No dia 3 de julho de 2015 , percorrendo um caminho entre a Rua Santa Clara e a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, em Copacabana - bairro com maior número de idosos do Brasil -, foi realizada a performanciã NOSSAS SENHORAS NAS ALTURAS! / O SENHOR TÁ LÁ NO CÉU!. A ação se deu de forma itinerante, como um ritual de celebração, homenagens e lembrança aos idosos. Para isso, transeuntes participantes contavam com um megafone, a fim de elevar seus senhores e senhoras às alturas - também dos decibéis.

Todos os celebrantes que expressavam ao megafone suas homenagens aos idosos recebiam um origami de flor de lótus do manto da imagem da Nossa Senhora na perna de pau. Essas flores de lótus foram confeccionadas numa pré-ação onde eu recebia pessoas em casa para ensinar a fazer o origami enquanto conversávamos sobre nossas intenções de transformação para nossas vidas no presente e nossos desejos para os velhos que seremos, imaginando nosso futuro. A cada lótus confeccionado, a pessoa escrevia o nome de um idoso sob o origami para ser elevado à altura. 

As expressões "o Senhor tá lá no céu" e "Nossa Senhora nas alturas", populares e cotidianas, foram repetidas constantemente durante o tempo da ação, para chamar a atenção dos passantes do bairro.   

Mesmo trazendo uma imagem sacra às ruas, essa performanciã não teve o intuito de ser ligada à uma religião específica. Acima de tudo, o espiritual nessa ação vem como forma ritualística para alertar as pessoas de que todos temos uma ligação de afeto com um idoso e que, sendo assim, devemos lembrá-los e homenageá-los (estejam eles vivos ou já mortos), abrindo nossos corações. A ação também contou com um senhor que toca acordeão e traz consigo um chapéu com penas de pavão (remetendo à elementos espirituais hinduístas) e com uma senhora toda vestida de branco, trazendo em sua cabeça um turbante branco (fazendo referência às religiões de matriz africanas). A ideia era trazer elementos ecumênicos para celebrarmos esse ritual, podendo todos participar da ação estando à vontade com suas crenças e modos de realizar sua fé. Acima de tudo, trabalhamos com a energia da ligação através da memória e do amor, buscando diminuir as fronteiras das diferenças (religiosas, intergeracionais, de preconceito, etc) que carregamos em nossas relações.

Idealização, câmera e edição: Marcelo Asth

Créditos da música final do vídeo: "Jeanette" - Jo Privat

Performers: Caetana Dias, José Adriano e Vera Santos 

Fotografia: Raquel Botafogo e Tania Alice

Anjos de apoio: Dai Fiorati, Tania Alice, Raquel Botafogo e Renata Teixeira

   © 2013 | 2020      PROJETO PERFORMANCIà  

Nossas Senhoras Nas Alturas

Caetana nas pernas de pau