17ª: CAMINHADA PERFORMATIVA 

Clique nas imagens para visualizá-las em tamanho ampliado.

Fotografias de Raquel Botafogo Selig.

 

Todos os direitos dessas imagens estão reservados ao Projeto Performanciã.

No dia 5 de agosto de 2018, o Sesc Copacabana realizou um grande encontro entre grupos do Trabalho Social com Idosos (TSI). Grupos de Sesc's de todo o Estado vieram a Copacabana prestigiar o evento, participando da "Caminhada Sesc: Bem-Estar e Idosos caminhando juntos!" e de toda a programação.

 

O Projeto Performanciã também participou deste evento com a videoperformance VIVA! (VIdeoperformances - V Anos)

 

A CAMINHADA PERFORMATIVA foi uma ação que atravessou o período da concentração da caminhada, propondo interações diversas entre performers e público. Das 9h às 10h. Altura da Rua Santa Clara com Av. Atlântica, em Copacabana.

 

Com AIDA ATHAYDE, ISADORA MENEZES e MARCELO ASTH 

AÇÃO:

A performance começou com a utilização, pelos performers, de três grandes guarda-chuvas transparentes carregados de frases diversas sobre assuntos do envelhecimento, como dados, frases para reflexão, trechos do estatuto do idoso e de referências bibliográficas sobre a velhice, em geral, frases fictícias sobre personagens idosos, questionamentos e versos poéticos. Essas frases, cortadas em tiras cor neon, eram o disparador da performance, no encontro do performer com os idosos, que estavam em grande número, cobrindo grande parte da orla da Copacabana. O performer convida a todos para que tirem uma frase, um de cada vez, e que leiam, em voz alta. Aquela frase é comentada, pontos são questionados, aceitos, aplaudidos. As frases em tiras podem ser levadas, para serem usadas como marcadores de livros. 

Após a leitura da frase, o espectador participante recebia um "kit caminhada", que consistia de dois arranjos. O primeiro kit era composto de uma bolsa com a inscrição "Não uma única velhice mas velhices como possibilidades de ser" acompanhada de adereços para que o idoso pudesse se adornar para a caminhada e colaborar para chamar a atenção de todos para a importância política desse encontro de idosos, que ali estavam celebrando a vida performando! O segundo kit era composto de um pompom de chuva de prata e uma mão gigante com as hashtags #vivaavida  e #curtaenvelhecer.

 

Após o recebimento do kit, o espectador-participante se adorna e tira uma foto com o performer, sob o guarda-chuva. Os dois kits acompanhavam bolas neon e varetas para levar a bola cheia - os balões eram sugeridos como preparação para a caminhada, pedindo para que soprassem o balão respirando devagar e soltando o ar, preparando o pulmão para a atividade. Entre os adereços distribuídos estavam óculos em formato de coração (com o qual a pessoa recebia a missão de distribuir AMOR pela caminhada) e em formato de estrela (com o qual a pessoa recebia a missão de brilhar na caminhada). Todo o material distribuído leva a indicação do Instagram do Projeto Performanciã, para que as pessoas possam acompanhar suas fotos posteriormente, e compartilhar.

 

Os kits eram acompanhados da seguinte mensagem:

"Performance é celebração! Celebre sua vida participando dessa Caminhada Performativa! Você está recebendo adereços para compor essa performance. Adorne-se, seja, vista-se! Vamos chamar a atenção de todos para as questões do envelhecimento! Venha, faça (p)arte!"

Após o momento de distribuição dos kits performativos e depois de todas as frases serem puxadas dos guarda-chuvas, os performers levaram para o público grandes balões transparentes que estampavam reflexões e perguntas sobre alguma questão do envelhecimento. As frases eram: 

 

HÁ IDADE PARA AMAR?

 

O CORPO ENVELHECE... A ALMA PODE ENVELHECER?

NÃO HÁ UMA ÚNICA VELHICE, MAS VELHICES COMO POSSIBILIDADES DE SER

NÃO HÁ TEMPO CERTO NA VIDA PARA DESCOBRIR-SE E ASSUMIR O QUE SE DESEJA SER!

VELHO É TER PRECONCEITO!

HÁ PESSOAS QUE FOGEM DAS RUGAS. HÁ OUTRAS QUE SE ENCONTRAM NELAS!

Essas frases eram disparadoras para uma interação entre performer e público. As bolas serviram para aquecer o corpo dos participantes da caminhada, a partir de propostas para alongar os membros e jogar a bola. Neste jogo, as mãos gigantes com hashtags ajudavam nos saques da bola.  

Muitos componentes da caminhada, espalhados pela orla, estavam aos poucos construindo uma identidade visual a partir da performance estabelecida: pessoas com óculos coloridos, mãos grandes, pompons, bolsas, balões e frases neon.

 FICHA TÉCNICA 

Idealização: Projeto Performanciã

Performers: Aida Athayde, Isadora Menezes e Marcelo Asth

Produção: Marcelo Asth e Mayra Muniz

Design das mãos e bolsas: Mayra Muniz

fotografias de Raquel Botafogo

   © 2013 | 2020      PROJETO PERFORMANCIà