19ª: CAMADAS

Clique nas fotos e nas artes para visualizar em tamanho maior e com legenda.

Abaixo vídeo de registro da ação - com depoimentos a partir dos 6 minutos de video:

O Projeto Performanciã realizou de 3 a 8 de junho de 2019 uma residência sócio-artística no XVI TERRITÓRIO DA ARTE DE ARARAQUARA, no interior de São Paulo, realizando uma oficina de arte urbana e envelhecimento, com desdobramento em performance e intervenção comunitária no espaço público.

Resumo da atividade:

 

A performance CAMADAS consiste em uma montagem ao vivo e coletiva de um mural realizado por um grupo intergeracional que, durante uma semana, participou de uma oficina para debater, refletir e produzir conteúdos gráficos sobre o universo do envelhecimento. As técnicas que utilizaram para reverberar suas ideias são o lambe-lambe, o stencil, o adesivo e a string art.

A oficina na residência se deu a partir de exercícios e dinâmicas que estabelecem algumas metas para atingir um resultado consciente, estético e conceitual por parte de todos os envolvidos, com criação coletiva, representatividade e protagonismo das pessoas com mais de 60 anos, em diálogo com pessoas de outras faixas etárias.

 

Esta ação dialoga fortemente com os conceitos de arte socialmente engajada (ASE / SEA), arte comunitária, arte participativa e ação sociocultural (ASC) - caros à pesquisa de doutoramento de Marcelo Asth, criador do Projeto e desta ação.

memórias, papeis, cola, informações, história: CAMADAS da vida sobrepostas e interligadas tendo como suporte o muro da Casa da Cultura Luiz Antônio Martinez Corrêa.

AÇÃO: 

  

XVI TERRITÓRIO DA ARTE DE ARARAQUARA 2019 - "CONEXÕES POSSÍVEIS" criou uma programação que abrange os ciclos da vida, atravessando conteúdos sobre o nascer, o crescer, o renascer, o amadurecer e o perecer, tendo a curadoria de Lívia Dotto Martucci.

A oficina CAMADAS ocorreu de 03 a 07 de junho, das 15h30 às 17h30, com desdobramento em uma intervenção urbana performática. A oficina conectou um grupo de pessoas de diferentes idades para discutir o envelhecimento e criar conteúdos gráficos sobre seus assuntos, através de técnicas gráficas e da arte urbana, com mediação de Marcelo Asth.

Com uma proposta de autoria diluída, todos os participantes foram donos do processo, não apenas se reunindo para a intervenção em um muro, mas para um espaço de reflexão e afeto.

No dia 8 de junho (sábado) das 9h30 às 15h os participantes da oficina realizaram a intervenção urbana, preenchendo os muros da Casa da Cultura com cores, imagens, letras, formas, informações, performações, memórias, sensações, reflexões e identidades.

Como uma oficina de autoconhecimento, este diálogo intergeracional  gerou um material muito rico e polifônico.

Durante a oficina foram trabalhados o LAMBE-LAMBE, o stêncil, o adesivo e a string art (arte de fios em pregos).

- Fotografias de infância foram acionadas;

- assim como memórias de avós e avôs;

- ditados populares com referência a palavra "velho";

- conversas sobre arte contemporânea;

- frases ditas em nosso debates, que foram anotadas e transformadas em material gráfico;

- planejamentos coletivos foram realizados para a criação do muro;

- realização de poesia coletiva sobre a relação do muro com a cidade;

- composição de sticker;

- dinâmicas com apresentações de si;

- fotografia e fotoperformance foram utilizadas como ferramentas para criação de conteúdo;

- foi estimulado o pensamento sobre composição visual na arte;

- realizamos estudos básicos sobre a arte urbana, sobre a histórias dos lambes, com abordagens da arte contemporânea;

- entre outras realizações durante o processo socioartístico.

Tudo isso virou arte no muro e laços comunitários fortalecidos em uma semana de muita produção e felicidade!

O muro recebeu inúmeros QR CODES (quick response code) em stickers espalhados por todo o mural, ao lado das artes e dos lambes, facilitando endereçamento para o link da performance CAMADAS no site do Projeto Performanciã, para que o público possa entender a proposta, como foi a oficina, ver as fotos e saber mais da proposta. O muro também recebeu stickers com endereço do site www.projetoperformancia.com e @projetoperformancia (Instagram e Facebook

TODXS XS PARTICIPANTES da oficina:

  • participantes - Lilia Julia, Marina Silva, Eva Aparecida Couto, Josiane Santos, Neusa Maria Cruz, Marilda Suzhá, Maria Agnes

  • educativo do Território da ArteLiz Under, Lucas dos Santos

  • equipe de apoio e curadoria - também participantes da oficina: Rita Michelutti, Livia Dotto Martucci (curadoria), Julia Gottsfritz (assistente de curadoria).

  • Marcelo Asth (mediador do processo, condução da performance)

Artes gráficas:

Mayra Muniz - artes "Velhice é uma mar de possibilidades", "Olhe para si e já terá as respostas" e "Pratique Saúde".

frases dos lambes: coletivos - "autorias diluídas" pelo muro (termo aprendido na oficina da artista Lucimar Bello, na programação do mesmo evento)

demais artes gráficas: Marcelo Asth

O Projeto Performanciã parabeniza a Secretaria de Cultura de Araraquara pela realização do XVI Território da Arte e agradece por esta incrível oportunidade de residência artística, em troca comunitária para a criação de laços e de arte! 

   © 2013 | 2020      PROJETO PERFORMANCIà